terça-feira, 8 de novembro de 2011

Cemitério Municipal de Curitiba recebe visitações guiadas durante Corrente Cultural



O Cemitério Municipal São Francisco de Paula, campo santo mais antigo da capital paranaense com 157 anos de existência, receberá três visitas guiadas durante a Corrente Cultural, evento promovido pela Fundação Cultural de Curitiba, que tem como objetivo valorizar e promover a diversidade cultural. As visitas acontecerão nos dias 9 e 12 de novembro e terão duração de duas horas.

À frente da iniciativa está a pesquisadora de cemitérios Clarissa Grassi, vice-presidente da ABEC e que estuda esse cemitério há 8 anos.  Autora do livro “Um olhar... A arte no silêncio”, lançado em 2006 e que retrata a arte tumular presente no Cemitério Municipal, Clarissa propôs a visitação ao campo santo como forma de difundir e sensibilizar a população local sobre a importância dos cemitérios e sua necessidade de preservação.

No roteiro de visitação serão contemplados túmulos de vários personagens da história curitibana e paranaense, assim como os exemplares de arquitetura e arte tumular mais relevantes. Personagens como a milagreira Maria Bueno, o herói nacional Barão do Serro Azul e a dupla caipira Nhô Belarmino e Nhá Gabriela serão alguns dos pontos visitados. Os passeios são gratuitos e os interessados devem enviar um email para clarissa.grassi@gmail.com para realizar a inscrição.

Sobre a Corrente Cultural
A Corrente Cultural nasceu do diálogo iniciado em 2008 por um grupo de agentes culturais de instituições públicas e privadas com o objetivo, entre outros, de valorizar e promover a Diversidade Cultural – uma das bases para uma Cultura de Paz, segundo a Organização das Nações Unidas (Resolução ONU 53/243 – 13/09/1999).

A Corrente chega em 2011 à sua 3ª edição. Neste ano a campanha tem início com a Virada Cultural no dia 5 de novembro, Dia Nacional da Cultura (Lei 5.579/1970) e se estende até o dia 12. Sua extensa programação é, portanto, um convite à comemoração do Dia Nacional da Cultura e a celebração da Cultura da Paz. São mais de 80 espaços participantes e centenas de atrações, entre espetáculos, exposições, debates, mostras, instalações, shows, desfiles, recitais, performances e outras atividades, em sua maioria, franqueadas ao público.

Além da participação dos espaços parceiros, atividades culturais são selecionadas por meio do Fundo Municipal da Cultura e recebem o patrocínio da Prefeitura Municipal de Curitiba, que permite a abertura das portas de espaços independentes gratuitamente.

Mais informações sobre a Corrente Cultural podem ser obtidas no site www.correntecultural.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário